fbpx

Você já se perguntou qual é o sistema de aquecimento ideal?

Quando falamos em aquecimento, temos que lembrar que é na época que mais precisamos dele é que a qualidade do ar mais cai. Portanto um sistema de aquecimento não pode prejudicar a qualidade desse ar.

Para que o ele tenha a máxima qualidade, é necessário que um aquecedor não retire a umidade de forma agressiva, nem permita que ela esteja lá em abundância. Além disso, precisamos lembrar que quanto mais distribuído o calor, mais agradável o ambiente.

É estranho pensar em um ambiente que estando perto do sistema de aquecimento está gostoso, mas quando você caminha para longe dele dá aquele choque de temperatura. É o tal efeito lareira.

Um outro ponto bem é interessante é que nós sempre sentimos mais frios nos pés, portanto é lá que o calor precisa chegar primeiro, certo?

É por isso que um sistema de aquecimento de piso e paredes é tão importante. Ele traz um conforto tão gostoso para dentro de casa que você não vai querer mais sair dela. Além disso, vamos combinar, pisar no quentinho é uma delícia, né?

Agora que demos uma amostra, vamos conhecer um pouco mais sobre sistemas de aquecimento?

tipos de sistemas de aquecimento

Quais os tipos de sistemas de aquecimento?

Escolher a ferramenta certa para aquecer nossa casa parece algo bem trabalhoso. Algumas coisas são bem importantes na hora de levar em consideração o sistema ideal. Vamos separar em três tipos de categorias:

  • Residencial Tradicional;
  • Piso;
  • Parede antimofo.

Na categoria Residencial Tradicional encontramos a lareira, o ar-condicionado e o radiador.

A lareira é a solução mais tradicional das três. Convenhamos, apesar da sujeira que ela faz, é uma solução bem charmosa. Quem não lembra daquela cena de filme em que alguém toma uma bebida quente olhando para uma lareira?

O ar-condicionado já é uma solução de aquecimento mais comum em ambientes comerciais, já que sua principal função é resfriar. Em geral, é uma solução interessante para regiões mais quentes, onde o inverno dura bem menos.

O radiador é, dentre os três, o que menos agride o ar. Como ele não queima o oxigênio nem resseca o ar demais, é o favorito para pessoas que precisam de uma solução rápida e não agressiva.

O sistema de aquecimento de piso é considerado o sistema ideal de aquecimento de ambientes. Apesar do investimento ser um pouco maior do que o dos radiadores, é uma solução mais duradoura.

Já o sistema de aquecimento de parede antimofo pode oferecer tanto a proteção contra o mofo atrás de móveis, como pode aquecer o ambiente. Tudo depende da potência instalada. O funcionamento é muito parecido com o do radiador.

Como funciona o sistema de aquecimento para pisos?

O segredo desse sistema é que sua fonte de calor fica escondida e espalhada por todo o ambiente. Como o piso fica por cima do sistema, o único aparelho que pode ser visto é o controlador de temperatura.

O piso é usado como meio por onde passa o calor, mas na verdade o principal objetivo é aquecer o ambiente. Digamos que o piso quentinho é um bônus.

O ar frio é mais pesado, portanto ele desce e toca o piso, que está quentinho. Ele é aquecido e fica mais leve, subindo e perdendo temperatura gradativamente.

Por isso esse sistema é tão confortável. É nos pés que sentimos mais frio e é na cabeça que sentimos menos. E ele funciona na ordem correta, espalhando o calor por todo o ambiente.

Como ele funciona em temperaturas menores, já que não precisa aquecer tanto para compensar o efeito lareira, o ar pode ter sua umidade bem controlada, sem ressecar. Mesmo assim, o ambiente fica livre do mofo.

Interessante, não? O mais legal é que esses pontos ajudam a ser um dos sistemas mais econômicos do mercado, também.

paredes aquecidas

Para que serve sistema de aquecimento para paredes?

Esse sistema de aquecimento é uma solução bastante usada para combater o excesso de umidade. O sistema é fixado a uma ou mais paredes de cada ambiente. Sua principal função é combater o mofo.

Em ambientes muito úmidos, o ar carregado toca as paredes que estão mais frias e formam-se pequenas gotículas. Essas pequenas gotas tornam o ambiente excelente para procriar fungos.

É bastante fácil imaginar isso quando temos um closet que fica do lado do banheiro. O vapor que vem do banheiro pode entrar dentro do closet e causar esse efeito, principalmente atrás de móveis.

Como o sistema aquece a parede, quando o ar carregado toca ela as gotas não se formam, deixando a parede longe do bolor.

Também é possível aquecer o ambiente através das paredes. Para que seja feito da forma correta, o ideal é sempre aquecer paredes que ficam uma de frente para a outra, ou todas.

Apesar de não oferecer o piso quentinho, é um sistema bastante interessante, já que parece muito com o radiador no seu funcionamento.

Quais os tipos de sistema de aquecimento para piso e paredes?

Os tipos de sistema de aquecimento para piso e paredes podem ser listados abaixo.

  • Cabos calefatores
  • Sistema hidrônico;
  • Para paredes antimofo;
  • Para espelhos antiembaçante.

Os dois primeiros são utilizados para aquecimento de pisos e os últimos dois devem ser utilizados para aquecer paredes.

Cabos calefatores

Eles podem ser divididos em cabos calefatores de superfície e cabos calefatores de contrapiso. Sua principal vantagem é a segurança.

Suas estruturas permitem que possam ser revestidos de várias camadas protetoras, diferente de outros tipos de sistemas de aquecimento de piso.

Os cabos são instalados dentro do contrapiso, quando são projetados para acumular calor ou são instalados sobre ele, quando são projetados para aquecer mais rápido.

No Brasil, o sistema de aquecimento de superfície tem ligeira vantagem, ainda mais com o nosso clima, já que quanto mais rápido ele aquecer, melhor será.

Uma desvantagem para esse tipo de sistema é que se for mal dimensionado, pode oferecer um consumo elevado.

Sistema hidrônico

O sistema hidrônico é o sistema mais antigo dentre os dois para aquecimento de piso. Sua principal vantagem é que ele pode ser integrado com diferentes fontes de energia, já que pode ter a lenha, o pellet ou o gás como combustível.

Instalado de forma semelhante ao do cabo calefator de contrapiso, é um sistema bastante comum quando a geração fotovoltaica não é possível.

Entre as desvantagens desse sistema está o custo, que é o mais alto de todos, além da manutenção.

Para paredes antimofo

O sistema de aquecimento para paredes antimofo pode ser feito de cabos calefatores ou películas antiembaçantes.

A vantagem dos cabos calefatores é que eles permitem uma personalização, facilitando na hora de preencher toda a parede a ser aquecida. Se o problema for mofo e for grave, certamente o cabo é o ideal.

No caso das películas antiembaçantes, elas podem ser úteis quando a ideia é desembaçar espelhos, já que elas se encaixam bem atrás da maioria dos modelos.

aquecimento antiembaçante espelhos

Para espelhos antiembaçante

Esse tipo de sistema, como falamos acima, usa o mesmo princípio do sistema antimofo. Como o vapor carregado de água toca o espelho, as gotículas se formam na superfície dele, embaçando todo.

A película aquece levemente o espelho, o suficiente para evitar que ele fique todo embaçado.

Convenhamos, fazer a maquiagem ou fazer a barba fora no banheiro com um espelho embaçado é impensável, né?

Qual o melhor sistema de aquecimento em casa?

Dentre todos os sistemas que citamos, se o objetivo é apenas o melhor aquecimento, certamente a melhor escolha é o sistema de aquecimento de piso.

Ele espalha o calor por todo o piso e permite um aquecimento muito mais saudável, combatendo diversos microrganismos.

Essa é também a melhor opção em se tratando de conforto, já que abandonar os calçados em casa e ter o calor na sua melhor forma é algo incomparável.

controle temperatura piso aquecido

É preciso ter um sistema de aquecimento central?

Os tipos de sistema de aquecimento central são bastante comuns em países de inverno mais rigoroso, quando o objetivo é usar uma fonte de calor para aquecer toda a casa.

Sua importância tem caído bastante com o crescimento da geração fotovoltaica.

Portanto, não é necessário ter um sistema de aquecimento central para aquecer toda a casa, principalmente no Brasil. Os sistemas totalmente elétricos visam substituir essa ideia bastante antiga de aquecimento.

Dessa forma, o custo de instalação é muito menor, possibilitando aquecer toda ou parte da casa com um sistema de aquecimento de piso ou de paredes, por exemplo.

Muitas vezes o custo de um sistema de aquecimento central pode ser muito maior que um sistema de aquecimento de piso em toda casa mais um sistema de geração solar.

Quer saber qual a melhor opção de sistema de aquecimento de pisos e paredes para sua casa?

Entre em contato conosco!

×